fbpx

Quais são os 9 sintomas da Depressão?

Quais são os 9 sintomas da Depressão?

 Transtorno Depressivo Maior:  Conhecido como depressão, acomete uma grande parte da população mundial, sendo considerada incapacitante e responsável por grande prejuízo econômico. Para o diagnóstico da depressão, segundo o DSM-V, cinco ou mais dos seguintes sintomas depressivos estiveram presentes durante duas semanas e representam uma mudança em relação ao funcionamento anterior; pelo menos um dos sintomas é (1) humor deprimido ou (2) perda de interesse ou prazer.

1 – Humor deprimido na maior parte do dia, quase todos os dias, conforme indicado por relato subjetivo (p. ex., sente-se triste, vazio, sem esperança) ou por observação feita por outras pessoas (p. ex., parece choroso). (Em crianças e adolescentes, pode ser humor irritável.)

2 – Acentuada diminuição do interesse ou prazer em todas ou quase todas as atividades na maior parte do dia, quase todos os dias.  

3 – Perda ou ganho significativo de peso sem estar fazendo dieta (p. ex., uma alteração de mais de 5% do peso corporal em um mês), ou redução ou aumento do apetite quase todos os dias.

4 – Insônia ou hipersonia quase todos os dias.  

5 – Agitação ou retardo psicomotor quase todos os dias (observáveis por outras pessoas)

6 – Fadiga ou perda de energia quase todos os dias.

7 – Sentimentos de inutilidade ou culpa excessiva ou inapropriada quase todos os dias.  

8 – Capacidade diminuída para pensar ou se concentrar, ou indecisão, quase todos os dias;  

9 – Pensamentos recorrentes de morte (não somente medo de morrer), ideação suicida recorrente sem um plano específico, uma tentativa de suicídio ou plano específico para cometer suicídio.                                                  
Os sintomas depressivos devem causar sofrimento clinicamente significativo ou prejuízo no funcionamento social, profissional ou em outras áreas importantes da vida do indivíduo. O episódio de depressão não deve ser atribuível aos efeitos fisiológicos de uma substância ou a outra condição médica.

 Fonte: Manual de Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais 5.ª edição

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *